'Cá entre nós: fui eu quem sonhou que você sonhava comigo, ou teria sido o contrário? (...) não era isso o que eu queria ou planejava dizer. Pelo menos, não desse jeito embaçado como uma VIDRAÇA durante a chuva. Por favor, apanhe aquele pequeno pedaço de feltro(...) limpe devagar a vidraça(...) até ficar mais claro o que há POR TRÁS. Lago, edifício, montanha, outdoor, qualquer coisa. Certamente molhada, porque só quando chove as vidraças embaçam. Será? ' (C.F.A)
.
.

mєηiηα

mєηiηα

» ' Chegue mais perto. ;)

» ' Chegue mais perto. ;)
Daqui há pouco você vai crescer e achar tudo isso ridículo. Antes que tudo se perca, enquanto ainda posso dizer sim, por favor, chegue mais perto" [Caio F. Abreu]
'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα.
.

'Às vezes segredos não são pra ser guardados...

             Algumas pessoas não gostam de lembrar do passado. Até dizem que "quem vive de passado é museu". Pois eu vivo "museando"! Só sei viver assim: dessa mistura de passado, presente e esperança de futuro. Gosto de olhar pra trás, de ver os caminhos por onde caminhei, de dá risadas e mais risadas das besteira que  já fiz. (E até das que ainda tenho planos de fazer). Que graça tem a vida se não vivida assim , me diz?  Bom mesmo é viver em todos os tempos, em todas as épocas, com todos os sentimentos, sofrimentos e exageros que  as circunstâncias exigem.  Só assim me sinto viva, completa e feliz. Só assim me sinto um ser com histórias e mais histórias para contar, alguém que está só começando seus capítulos.Que tem uma vida sem roteiro, que não segue a nenhum scripet, mas que luta todos os dias por um final feliz (mesmo sem o para sempre das histórias de contos de fadas, pois há momentos em que estamos mais para soneto do que para romances.)
            A vida é feita de histórias. Algumas são escritas em entrelinhas, em notas de rodapé com letras minúsculas e fonte clarinha. Outras escritas em vermelho forte com letras garrafais na forma de cabeçário. Não importa como estão expostas em nosso livro de memória, o que importa é que estão sendo escritas e que cada novo personagem representa um acréscimo as nossas lembranças futuras, tendo estes trazido alegrias ou tristezas passadas.
         Tem determinados momentos que abrimos o livro das recordações e dividimos com alguém certos parágrafos, de "segredos ocultos", que na verdade sempre tiveram vontade de  serem ditos, porque eles sempre foram "segredos para ser revelados" a alguém: Aquela coragem que você teve de ir até uma cidade distante e desconhecida em busca de viver uma paixão diferente de tudo que você já viveu, aquele concurso público que todo mundo te desejava sorte e diziam: "você vai passar" e você não tava nem ai pra bendita prova , pois tudo que queria  era viajar para a cidade onde estava morando seu ex- porque não aguentava mais de saudades dele (mesmo sabendo que ele não prestava pra você) e precisava de uma desculpa, aquela viagem inesquecível que você fez com as amigas e que  apareceu na sua frente o homem mais lindo que você já conheceu  e que ele estava ali te dando mole, mas que você tinha namorado, =X... aquele menino que atravessou quase o mundo inteiro só pra te ver com um buquê de flores nas mãos (que na época você achou a coisa mais fofa do universo e  hoje você percebe que ele não passa de um idiota por ter feito isso), aquela festa que você foi escondida dos seus pais e que teve que passar o dia inteirinho acordada por que eles te viram  chegando e ai  você precisava  provar que tudo que tinha acontecido é que  naquele dia você  acordou mais cedo, o dia em que a casa do namorado virou o reforço da escola para a difícil prova de física e tantos outros" segredos" que sempre são revelados por orgulho,vaidade ou saudade mesmo.


A: minha Flor ruiva, por nossas confissões de hoje & de sempre.


        


          

0 'comentários do lado de fora::

Postar um comentário

"Tive vontade de sentar na calçada (...) e chorar,mas preferi entrar numa livraria,comprar um caderno lindo e anotar sonhos." (Caio F. Abreu)

• Essα mєηiηα Por trás da Vidraça.

.
"(...) Teria olhos verdes? Era fascinado por olhos verdes, como se as pessoas de olhos verdes nunca revelassem TUDO, escondendo por trás daquela cor uma vida secreta, profunda, como a dos GATOS. "
(Caio Fernando Abreu
in Limite Branco)

'Quem me observa Por trás da Vidraça. ;)

'Obrigada pela visita

'Obrigada pela visita
.
| Imagens que falam por mim| * 'As imagens do blog (com exceção das fotos pessoais) foram extraídas de sites como gettyimages, weheartit, deviantart. A falta de referênciação se dar pela não identificação de autoria. Portanto, aqui segue os créditos gerais para todos que com tanta sensibilidade consegui (e consegue) capturar o instante de um sentir tão profundo.

  © • 'A mєηiηα por trαs da vidrαçα

Design by Emporium Digital