'Cá entre nós: fui eu quem sonhou que você sonhava comigo, ou teria sido o contrário? (...) não era isso o que eu queria ou planejava dizer. Pelo menos, não desse jeito embaçado como uma VIDRAÇA durante a chuva. Por favor, apanhe aquele pequeno pedaço de feltro(...) limpe devagar a vidraça(...) até ficar mais claro o que há POR TRÁS. Lago, edifício, montanha, outdoor, qualquer coisa. Certamente molhada, porque só quando chove as vidraças embaçam. Será? ' (C.F.A)
.
.

mєηiηα

mєηiηα

» ' Chegue mais perto. ;)

» ' Chegue mais perto. ;)
Daqui há pouco você vai crescer e achar tudo isso ridículo. Antes que tudo se perca, enquanto ainda posso dizer sim, por favor, chegue mais perto" [Caio F. Abreu]
'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα. 'Por trás da vidrαçα.
.

'A minha lucidez.


Enquanto trabalho com ar de moça séria e ajuizada, minha cabeça parece uma metralhadora giratória, os pensamentos sendo disparados a esmo: digo ou não digo; fico ou não fico; tento ou não tento? Quem de mim é a sã e quem é a louca, por que ontem eu não estava a fim e hoje estou tão apaixonada, como estarei raciocinando daqui a duas horas, em linha reta ou por vias tortas? Alguém bate na porta interrompendo meus devaneios, é o zelador entregando a correspondência, eu agradeço e sorrio gentil, demonstrando minha perfeita sanidade. Que controle tenho eu sobre o que ainda não me aconteceu? E sobre o já acontecido, que segurança posso ter de que minha memória seja justa, de que minhas lembranças não tenham sido corrompidas? Quero e não quero a mesma coisa tantas vezes ao dia, alterno o sim e o não intimamente, tenho dúvidas impublicáveis, e ainda assim me visto com sobriedade, respondo meus e-mails e não cometo infrações de trânsito, sou confiável, sou uma doida. E essa constatação da demência que os dias nos impingem não seria lucidez das mais requintadas? É de pirar.”

Martha Medeiros – Em coisas da Vida

2 'comentários do lado de fora::

Tainá Oliveira 1 de março de 2011 17:35  

eterna Martha *-*
essa lucidez as quais os loucos possuem e sabem bem, não seria a maior loucura? ou é loucura tratar tamanha lucidez com desdém?

docerachel 5 de março de 2011 20:33  

Quem estás louco aqui? Eu talvez...

Postar um comentário

"Tive vontade de sentar na calçada (...) e chorar,mas preferi entrar numa livraria,comprar um caderno lindo e anotar sonhos." (Caio F. Abreu)

• Essα mєηiηα Por trás da Vidraça.

.
"(...) Teria olhos verdes? Era fascinado por olhos verdes, como se as pessoas de olhos verdes nunca revelassem TUDO, escondendo por trás daquela cor uma vida secreta, profunda, como a dos GATOS. "
(Caio Fernando Abreu
in Limite Branco)

'Quem me observa Por trás da Vidraça. ;)

'Obrigada pela visita

'Obrigada pela visita
.
| Imagens que falam por mim| * 'As imagens do blog (com exceção das fotos pessoais) foram extraídas de sites como gettyimages, weheartit, deviantart. A falta de referênciação se dar pela não identificação de autoria. Portanto, aqui segue os créditos gerais para todos que com tanta sensibilidade consegui (e consegue) capturar o instante de um sentir tão profundo.

  © • 'A mєηiηα por trαs da vidrαçα

Design by Emporium Digital